Gadgets & Apps

Aleatoriedades: Instagram

Reinstalei o Instagram no celular essa semana, depois de quase um mês sem ele. Atrapalha efetivamente minha vida, eu fico pendurada no telefone o dia todo, acompanhando quem eu sigo – ou não! – e as minhas hashtags favoritas, em geral sobre bibliotecas, bibliotecários e a vida dos bibliotecários.

IG_Addicted

“Como vai você… eu preciso saber da sua vidaaaa…”

Falando assim, parece coisa de maluco, né? E é mesmo. Mas quase ninguém percebe, porque estamos quase todos na mesma situação, em uma ou outra rede social (a quantidade de gente que vejo falando sozinha na rua, gravando vídeos pro Snapchat, não tá no gibi!)

Depois desse tempinho fora, onde tive que subir as fotos pelo PC por outro aplicativo, e que só conseguia entrar no IG em casa – no trabalho não abre – eu fiquei ressensibilizada para os efeitos do celular na minha vida. Algumas observações e pensamentos provocados pelo Instagram nos últimos 3 dias:

– “DETESTEI a nova forma de organização do feed, gentes! Pq não me deixam com a exibição cronológica, hein?

– “Nossa, tem tanto livro que eu quero ler!

– “Nossa, tem tanto livro que NÃO QUERO ler!!”

– “As estantes dos adolescentes do IG são todas meio que iguais, né? Todo mundo se autoinfluencia mesmo, ou é quase uma histeria coletiva?”

– Se quase tudo que vejo no instagram são os últimos lançamentos em livros; o que dizer dos livros escritos há anos, do acervo de 200 mil títulos da Biblioteca pública? Que nunca aparecem?

– Fico meio cansada de ver sempre os mesmos livros – talvez eu esteja olhando nos lugares errados

– Quero terminar de ler o que tenho físico nas estantes de casa, e colocar o que eu não vou reler pra fora 😛

– O minimalismo rondando minha cabeça, e eu só vejo pessoas mostrando as últimas coisas que COMPRARAM, COMPRARAM, COMPRARAM!!! Eu amo estantes cheias, e material de papelaria, mas começo a perceber o ponto em que as coisas passam um pouco dos limites.

– A quantidade de fotos que eu tirei no último mês foi ínfima, pois não tinha onde postar e com quem dividir. Ao invés de tirar um monte de fotos da mesa maravilhosa do restaurante no fds, eu me esforcei em memorizar todos os detalhes. No lugar de compartilhar a vista de quando chego no trabalho, eu parava alguns minutos para absorver a imagem do sol no lago. Eu vivi mais ao vivo do que pelas fotos tiradas. Acho que quando a gente tira a foto, a gente anda logo; “depois posso revisitar o momento vendo a foto”, e não aproveita bem o ali.

– Percebi que passei mais tempo no celular nos últimos três dias que no restante do mês todo

– A bateria do aparelho estava durando pelo menos dois dias durante o mês (pq eu fico com o Spotify ligado praticamente sempre) – e nos últimos 3 dias eu saía de casa com ele carregado e chegava em casa com a bateria NA MERDA

Balanço:

Eu adoro o IG, muito mesmo. Adoro as ideias para casa, ver livros que ainda não li, ver o que está na moda, ver gatinhos fofinhos e pitbulls lindinhos. Conheci mais de um blog e mais de uma pessoa legal pelo insta. Mas ainda me atrapalha muito! Estou escrevendo alguma coisa, trabalhando, conversando com o Marido, e quando eu vejo, minha mão está no botão de acender o celular; e eu vejo o ícone do instagram, e dou só aquela olhadinha para ver quem curtiu… e só vou responder… e quando dou por mim, estou há 20 minutos zapeando fotos alheias.

Eu fumei por 14 anos, metade exata da minha vida. Comecei com 14 e parei com 28. Mas eu nunca tive o costume de acender o cigarro assim que acordava. Se eu por um acaso ficava sem cigarros e tivesse chovendo canivetes, eu não ia na rua comprar (apesar de ficar meio irritada). Eu tenho 25 garrafas de bebida alcoólica em casa, para fazer diferentes drinks, e que duram uma eternidade. Eu não uso drogas, remédios controlados, psicotrópicos, não cheiro cola nem loló. Mas não consigo acordar sem levar o celular comigo para dar aquela primeira olhadinha no instagram enquanto faço xixi ou tomo meu café.

[ALARM] It’s SO wrong!! [ALARM]

Bom, agora que eu já constatei o problema, é bom pensar em uma solução, né? 😛

 

Anúncios

2 pensamentos sobre “Aleatoriedades: Instagram

  1. Eu também detestei o novo feed!
    Tenho usado menos o Instagram de uns tempos pra cá, e ainda menos agora que ele tá bloqueado no trabalho. É bem isso que você falou, embora eu sempre usasse mais pra ver as coisas do que postar… No geral, acho que passo mais tempo lendo blogs do que em qualquer rede social. Ótima reflexão, como sempre ❤️

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s